As partituras neste blog podem ser reproduzidas e utilizadas para a execução musical livremente desde que sem fins lucrativos. Recomendo apenas que se divulgue de onde foram retiradas para que mais pessoas possam ter acesso a todo o material disponível.

Curta nossa página no facebook :

http://www.facebook.com/inspiradonogregoriano

Siga-nos no twitter:
http://twitter.com/insp_gregoriano

Se inscreva no canal do youtube

Se preferir siga nossa coleção no google + para visualizar as partituras. Ou nosso perfil no google + para seguir os vídeos publicados via youtube.

Os links para download de pdfs que estão em algumas postagens são da página associada:
https://sites.google.com/site/inspiradonogregoriano/ quem preferir pode acessá-la diretamente na seção download e baixar por lá os pdfs, também há nela feed mostrando as últimas postagens do blog.



segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Ato penitencial - Senhor tende piedade - inspirado na Missa IX - "cum Jubilo" - solenidades de Nossa Senhora - 2

Notação Vaticana "quadrada" - Ordinário de missa (partes fixas) Ato penitencial

Ato penitencial - Senhor tende piedade - com melodia inspirada na melodia gregoriana do Kyrie da missa gregoriana IX "cum Jubilo" - indicada pelo graduale para solenidades de Nossa Senhora, mas pode ser usado em outras missas também.


9 comentários:

  1. Não vou muito com a cara dessas repetições no texto, Lincoln("Senhor, Senhor", "tende piedade, tende piedade de nós"). Acho que ensinar às pessoas que o texto do Missal não deve ser alterado é algo muito importante.

    Mas bom trabalho, mesmo assim. =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente para manter o caráter melódico mais próximo do gregoriano original e ao mesmo tempo acessível às pessoas que não dominam música e para que a prosódia do português se mantenha são necessárias as repetições. Mas ao menos no Kyrie elas são autorizadas pela própria IGMR (Instrução Geral do Missal Romano). E há a tradição da polifonia sempre autorizada pela Igreja que sempre fez uso de repetições por necessidades musicais. Mas assim que terminar de adaptar todas as missas gregorianas do Kyriale e do Kyriale Simplex pretendo além de trabalhar com as adaptações do próprio, desenvolver um trabalho de composição próprio que seja em ritmo livre inspirado na tradição gregoriana mas sem diretamente adaptar o material modal desta ou daquela peça e neste trabalho pretendo buscar que não hajam repetições.

      Excluir
    2. Bom dia, Lincoln.

      Acaso terminastes de adaptar o kyriale?

      Luan. AMDG.

      Excluir
    3. Não. Percebi que tendo já essas adaptações que fiz da missa I, VIII, IX e XVIII era mais interessante algumas adaptações para entrada, ofertório e comunhão já que as partes fixas em último caso se não há música litúrgica dá pra fazer rezado. Agora vou postar aos poucos adaptações que estou fazendo do gradual simplex das antífonas de entrada, ofertório e comunhão: http://inspiradonogregoriano.blogspot.com.br/2016/12/missa-i-de-advento-adaptada-do-gradual.html

      Excluir
  2. Olá, Sou padre no interior de Minas, gostaria que os grupos de canto daqui tivessem acesso as estas músicas. A maioria não lê partitura, você não tem cd's ou gravações destas músicas?

    grato. Pe. Fábio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hoje postei o áudio no youtube do ato penitencial da missa VIII, foi a última postagem do blog. Pretendo agora publicar o áudio das adaptações do kyriale inteiro junto com cifra e notas escritas na descrição dos vídeos e só depois voltar a fazer a editoração das partituras. Assim o trabalho andará mais rápido e será mais acessível.

      Excluir
    2. https://inspiradonogregoriano.blogspot.com.br/2016/12/video-missa-viii-de-angelis-em.html

      Excluir
  3. Interessante notar que na própria tradição gregoriana nos séculos VIII IX X e XI, haviam os versículos longos do ofertório, nos quais era utilizada a repetição de palavras com efeito musical, justamente a última evolução em termos musicais e de estilo no repertório gregoriano, depois disso só os tropos e polifonia. Há cantos do repertório gregoriano com uma palavra repetindo mais de dez vezes seguidas.

    ResponderExcluir